TODO MUNDO LOUCO PARA TER A CAPA MEIA DO FLUIDO DE FREIO: MAS SERVE PARA ALGUMA COISA?

5/17/2019

MotoGP Jerez, comissário pego em "flagrante": rouba a capa meia que cobre o reservatório do fluido de freio Brembo da Suzuki de Alex Rins.

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​


 

Todos os fãs de Motorsport sonham em voltar de uma corrida com uma lembrança do seu piloto favorito ou da escuderia para qual sempre torcem. Há quem se dá por satisfeito com um autógrafo, outros mais sortudos conseguem tirar uma selfie, mas também há quem vai além, violando a propriedade privada dos outros.​

Em 2010, durante a volta de retorno, após o GP Misano do MotoGP, marcada pela invasão de centenas de pessoas, um fã ladeou a Yamaha M1 de Valentino Rossi (3º) e arrancou a câmara giroscópica instalada atrás do selim.: o furto foi revelado por um mecânico do Doutor com um tweet.​

Há alguns dias, ao invés, o protagonista foi um comissário durante o GP da Espanha, no circuito Angel Nieto em Jerez, o 400º consecutivo da classe rainha vencida por uma moto equipada com freios Brembo: 300, isto é todas as disputadas, da MotoGP (categoria que surgiu em 2002), mais as 100 anteriores da classe 500.​


 

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​

O (mal)feito do dia​​​

Alex Rins, 2º na linha de chegada em Jerez de la Frontera, parou ao lado da pista para comemorar com os torcedores e entregou sua Suzuki GSX-RR a um comissário. O piloto não imaginava que oficial teria aproveitado para retirar a capa meia (ou meia) do fluido de freio e escondê-la num piscar de olhos. Infelizmente, no entanto, a câmera a bordo, posicionada em direção do capacete do piloto, filmou toda a cena. O cleptomaníaco, em seguida, correu para o box da Suzuki para se desculpar, devolvendo o que tinha pego.​​


 

O u​so

​Ao contrário do capacete, no entanto, a capa meia que cobre o fluido de freio certamente teria acompanhado o comissário em todos os seus passeios de moto. Este dispositivo também pode ser usado nas motos de estrada e sendo elástico pode ser adaptado para a maioria dos reservatórios.​
 

Como você certamente notou nas corridas do MotoGP, Moto2, Moto 3 ou dos Campeonatos de Superbike, especialmente nas tomadas a bordo, transmitidas pela direção internacional, quase todos os pilotos usam uma capa com a logomarca Brembo para cobrir o reservatório do fluido de freio. É possível que todos façam isso por razões puramente estéticas? Claro que não, como estamos prestes a demonstrar.​


 

​O benefício mais conhecido​

Apesar de ter a sua função, a capa meia Brembo é um mero gadget e está a anos-luz da tecnologia que caracteriza os produtos Brembo, dos discos de carbono às pinças radiais monobloco de alumínio fabricadas pela Brembo para 100% dos pilotos do MotoGP. Enquanto estes últimos representam o nível tecnológico de ponta da pesquisa Brembo, a capa meia é um objeto simples na sua banalidade.​

Em primeiro lugar, a capa meia serve para proteger contra o vazamento acidental de óleo de freio. Sendo altamente corrosivo, até mesmo uma única gota pode danificar a carenagem frontal ou a viseira do capacete, piorando a visibilidade dos pilotos, ou estragar a carroceria da moto.​

Cobrindo completamente o reservatório do fluido de freio, a capa meia é usada para evitar que algumas gotas de fluido, devido às vibrações da moto e em algumas condições em que há uma forte inclinação nas curvas, possam sair pela tampa do reservatório e suje a carenagem frontal, a viseira do piloto ou as peças próximas.​


 


​ 
​​

 

...E o menos conhecido ​

 

Porém, não menos importante é o outro benefício garantido. Ao baixar o nível do fluido de freio no reservatório, aumenta a probabilidade de absorção de umidade vinda de fora. Mas isso pode comprometer a eficiência da frenagem, devido o alongamento do curso da alavanca.​

 

 


​O mitos a serem quebrados​

Nos blogs, fóruns e redes sociais, várias pessoas afirmam que a capa meia também serve para proteger o fluido de freio dos raios solares, evitando assim o aumento da temperatura que provocaria a perda de suas qualidades físico-químicas. ​ ​


 

No entanto, este raciocínio ignora alguns dados objetivos: o fluido de freio Brembo, usado pelas principais equipes do MotoGP e da Superbike, tem uma faixa de temperatura de trabalho que vai de cerca - 40 ° C até mais de 200 ° C e um ponto de ebulição altíssimo. Um simples superaquecimento, de alguns graus devido aos raios solares, é irrelevante.​


 

Além disso, o fluido de freio Brembo não é fotossensível, ou seja, não está sujeito a degradação se exposto à luz direta. E ainda, por ser um produto com alta higroscopicidade, ou seja, que tende a absorver a umidade presente no ar, tem uma duração limitada ao longo do tempo e, portanto, é trocado com muita frequência.​


 

​O que fazer para ter uma​

- Agora que você descobriu que não pode mais ficar sem, peça um ao seu revendedor Brembo habitual ​(aqui está a lista de distribuidores oficiais da Brembo​​), no momento da compra do próximo produto Brembo para moto. ​

Talvez ao comprar uma bomba de freio Brembo RCS Corsa Corta, a bomba de freio destinada a revolucionar a maneira de andar de moto e a única que permite modificar seja a distância entre eixos que o curso inativo.


 

A Brembo está presente em todo o mundo, através de uma ampla rede de distribuidores (Bike Commercial Partners) e lojas especializados (Brembo Racing Point). ​

Os Brembo Racing Points são lojas selecionadas e certificadas pela Brembo que podem fornecer, juntamente com os produtos Brembo, também um alto nível de assistência e suporte técnico para instalação.​

Os Bike Commercial Partner são os distribuidores oficiais da Brembo, que por sua vez usam uma ampla rede de lojas para a venda de produtos da Brembo. ​

Para comprar seus produtos, a Brembo recomenda ir aos Brembo Racing Point ou, se não, entrar em contato com o Bike Commercial Partner para descobrir a loja mais próxima. ​

 ​ 


 
 

​​​​

​​

Brembo S.p.A. | P.IVA 00222620163

Follow us

Follow us on FacebookTwitterYouTubeLinkedInPinterestInstagramYoukuWeibosnapchat.pngwechat.pngVK